CONCURSOS | Arquitecto Luís Pedro Pinto vence concurso para ampliação da Sede da Ordem dos Arquitectos

CONCURSOS | Arquitecto Luís Pedro Pinto vence concurso para ampliação da Sede da Ordem dos Arquitectos

Os 66 trabalhos apresentados no âmbito do concurso público de concepção para a elaboração do projeto de ampliação da Sede da Ordem dos Arquitectos em Lisboa, com assessoria técnica da Secção Regional Sul da OA, foram apreciados pelo Júri.


O Júri considerou que, das 66 propostas apresentadas no concurso, e conforme o Relatório Final, a vencedora, da autoria do arquitecto Luís Pedro Pinto, distingue-se pela “sua coesão, coerência e imagem unitária”.


Foi também “a solução que melhor se distinguiu pela sua singularidade, expressa pela original implantação, numa relação equilibrada entre os aspetos urbanos do local, o posicionamento face ao edifício Sede da OA, a requalificação ambiental da área do logradouro (na melhoria das condições de salubridade), bem como, na salvaguarda e requalificação dos valores patrimoniais em presença”.


No Relatório Final pode ainda ler-se que resumidamente a proposta é “detentora de uma informal leveza, e de uma rigorosa geometria, tanto, enquanto proposta arquitetónica (se encarada descontextualizada) como, sobretudo, de proposta urbana, que ao mesmo tempo respeita e aglutina a envolvente, nomeadamente nas suas relações recíprocas e, respeitosamente se destaca, auto valorizando-se e assim valorizando o espaço urbano e sobretudo valorizando o Edifício Sede”.


O segundo prémio, atribuído à proposta de Pedro Matos Gameiro Arquitecto, Lda + Bugio II Arquitectura Unipessoal, Lda, evidencia-se pela “coerência conceptual e uma imagem coesa, embora ligeiramente fragmentada. É uma proposta que com harmonia, criatividade, sensibilidade e autenticidade, se articula com o contexto urbanístico, acrescentando valor arquitetónico, num contexto urbano alargado”.


Relativamente à proposta coordenada pelo arquitecto Samuel Dias Pereira, que ficou em terceiro lugar, o Júri aponta que é “detentora de uma volumetria articulada, procura com recurso à sua materialidade e à linguagem arquitetónica, harmonizar-se com o contexto urbanístico de uma forma inócua”.


+ informação veja aqui


1º classificado

Autoria: Luís Pedro Pinto

Coordenação: Luís Pedro Pinto



2º classificado

Autoria: Consórcio externo Pedro Matos Gameiro Arquitecto, Lda + Bugio II Arquitectura Unipessoal, Lda

Coordenação: Pedro Matos Gameiro



3º classificado

Autoria: Samuel Dias Arquitectos, Lda

Coordenação: Samuel Dias Pereira