CULTURA | Exposição "A História da Casa - Reflexão" até 15 dezembro

Enquadrada nas celebrações dos 20 anos da Ordem dos Arquitectos, inauguramos a exposição A História da Casa – Reflexão, na próxima terça-feira, 29 de outubro, às 19h (Sede da Ordem dos Arquitectos).


A exposição reúne os principais momentos-chave das duas últimas décadas, apresenta alguns dos acontecimentos relevantes ocorridos na sociedade que influenciaram directamente a prática dos arquitectos, os esforços desenvolvidos ao longo dos anos para que a profissão fosse reconhecida pela sociedade, os Dirigentes Associativos da Secção Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos, algumas das actividades mais relevantes assim como, alguns dados fornecidos pelos Serviços desta Secção.


A exposição parte da análise dos 20 anos de actividade (1998-2018) numa perspectiva de reflexão sobre o futuro.


A exposição pode ser vista até 15 dezembro.


_____


Excerto do discurso da Presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos, arquitecta Paula Torgal, na inauguração da exposição:


« Investigar, analisar e fazer sínteses é um trabalho árduo e difícil.

Queria enaltecer o empenho, o brio demonstrado e sobretudo o orgulho que senti por parte de todos os envolvidos nas duas exposições sobre a nossa casa, de mais um dever cumprido.


Excelentíssimos presentes,


Com a exposição "História da Casa" assinalamos a efeméride dos 20 anos da Ordem dos Arquitectos e o final das comemorações do mês de Outubro, Mês da Arquitectura.

Numa primeira fase realizada em 2018, há cerca de um ano, intitulada " A Historia da Casa - Retrospectiva" e, agora, uma segunda fase « A Historia da Casa- Reflexão». Não foi, e não é, a única iniciava em torno destas datas mas uma das mais importantes, reveladora

dos anos de história da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos realizada aqui na a nossa casa comum e num espaço especial.


A história desta nossa casa constrói-se todos os dias. Nesse sentido, mais do que retrospectiva na essência da razão das duas fazes da exposição, gostaria de fazer uma análise prospectiva, de olhar para a frente de, com base neste nosso passado, dizer algumas palavras do Futuro. Não sem antes prestar a minha homenagem reconhecida a todos aqueles que desempenharam funções na ordem, ao longo das duas últimas décadas, enaltecendo o espírito de missão com que muitos desempenharam os seus cargos. Sim, porque estes cargos são cargos de missão. Um obrigado público a todos, dirigentes e funcionários.


Olhando para a frente, com a certeza de interpretar bem o passado, e a história destes 20 anos, há que continuar a batalhar, quotidianamente, pelo reconhecimento da profissão. É uma tarefa permanente à qual nos temos dedicado muito mas todas as conquistas que alcançámos, revelam mais caminho que tem de ser percorrido.

Valorizar e dignificar a profissão, sempre de forma mais activa e evolvendo toda a classe, todos os membros.

Abrir mais a ordem, os próximos anos desta casa, têm de ser anos de maior democratização interna, de uma articulação mais estreita entre os órgãos, de maior colaboração institucional interna.

Têm de ser anos em que toda a ordem, toda a ordem, se abre mais ao exterior, procura novos públicos para a Arquitectura, integra todos os licenciados, mestres e doutores em Arquitectura no seu seio, e assume um papel mais amplo e abrangente,do que apenas atestar competências relativas aos actos próprios da profissão. E, aumentar a participação e envolvimento dos membros na vida da nossa casa, da nossa ordem. Este, é um dos maiores objectivos.


Descentralizar e desconcentrar de forma racional. Os próximos anos terão que ser de maior desconcentração e descentralização de competências. Queremos empreender este rumo com sustentabilidade e com racionalidade, e objectividade de critérios.

Queremos um "Regulamento de Organização e Funcionamento das Estruturas Regionais e Locais" que faça sentido e esteja adequado às necessidade reais de todos os membros.

Integrar ainda mais a tecnologia na nossa prática, garantindo que ninguém fica para trás.

Simplificar e uniformizar procedimentos, especialmente junto de municípios, assegurando que os arquitectos e arquitectas conseguem dedicar mais tempo à criação e solução arquitectónica e menos burocracia.

Apoiar os arquitectos e arquitectas que trabalham nos municípios e instituições públicas, de modo a que todos sentiam que a sua ordem profissional está próximo de todos e todas.


Não quero ser exaustiva, mas apenas assinalar que nos alicerces do Passado encontramos o rumo do nosso Futuro. A História assim o diz. Os 20 anos que passaram, foram significativos e criaram os alicerces da história da nossa casa.

Mas esses 20 anos não podem ser apenas memória. Têm de ser conquistas de um caminho de afirmação da Arquitectura e do papel dos Arquitectos na nossa sociedade.


Muito obrigado pela vossa atenção.»


Paula Torgal



INFORMAÇÕES ÚTEIS:


Local: Átrio Central, Sede da Ordem dos Arquitectos em Lisboa
Hora: 19 horas
Data: De 29 outubro (inauguração) a 15 Dezembro 2019.
Entrada gratuita


Contacto: cultura@oasrs.org