HOMENAGEM | António Álvaro Borges Abel (1952-2019)

— 21.06.2019

António Álvaro Borges Abel (1952-2019)


O arquitecto António Álvaro Borges Abel nasceu em Lisboa a 11/05/1952 e faleceu subitamente em Évora, no dia 18 de Junho, aos 67 anos de idade.

Licenciou-se em Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa (1977), tendo em 1983 concluído na FAUTL, a Pós-Graduação em Recuperação de Monumentos e Sítios. Era investigador efectivo do Núcleo de Arquitectura do CIAUD da Faculdade de Arquitectura de Lisboa.


Na Universidade de Évora realizou o Mestrado em Recuperação do Património Arquitectónico e Paisagístico (1996), onde defendeu a Tese «Vilas de fundação medieval no Alentejo: contributos para o estudo da morfologia urbana» e o Doutoramento em Arquitectura (2008).

Ainda estudante trabalhou no Gabinete do Plano de Urbanização de Cascais (1974-76) e coordenou a equipa do SAAL Cascais (1976-77). Chefiou os Gabinetes de Apoio Técnico de Salvaterra de Magos e de Santarém (1977-78).

Em 1986 estabeleceu atelier em Évora, onde desenvolveu a actividade de arquitecto em regime de profissional liberal.

Foi Professor Auxiliar do Departamento de Arquitectura, Escola de Artes da Universidade de Évora, desde 1994, até à data do seu falecimento. Aí desempenhava igualmente os cargos de Conselheiro da Assembleia do Departamento de Arquitectura e de Director da Comissão Executiva e de Acompanhamento de Formação Contínua em Workshop em Taipa.


Publicou, entre outros, os artigos «Alguns aspectos ligados ao ofício de arquitecto em Portugal nos tempos que correm», Jornal Arquitectos 14/15 (Jan./Fev. 1983) e «Arquitectura contemporânea em terra, precisa-se!», Ed. Universidade de Valladolid, (2010).


Sócio da Associação dos Arquitectos Portugueses desde Janeiro de 1978, integrou os órgãos sociais da SRS no mandato 1984-1985, sob a presidência de Francisco da Silva Dias.

No 3º Congresso da AAP, realizado na SNBA, Lisboa em Abril de 1984, foi co-autor da proposta «Substituição do Decreto-Lei 73/73».


A Secção Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos apresenta sentidas condolências à família.


O funeral realiza-se no Domingo, dia 23 de Junho, entre as 10h e as 12h no Centro Funerário de Cascais em Alcabideche.