HOMENAGEM | António Mattos Gomes (1930-2019)

— 11.06.2019

O arquitecto António Mattos Gomes, primeiro presidente da Secção Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos (1974-1977), faleceu ontem, dia 11 de junho, aos 89 anos.


António Mattos Gomes foi também o primeiro director do Jornal Arquitectos (1981-1982).


A Secção Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos apresenta sentidas condolências à família.


Diplomou-se em Arquitectura pela ESBAL em 1957, ano em que ingressou no Sindicato Nacional dos Arquitectos.

Exerceu a profissão em instituições e como profissional liberal. A partir de 1953, desenvolvendo estudos e projectos na Comissão Executiva de Obras Militares Extraordinárias (Aeródromos Militares), a partir de 1957 na Direcção do Serviço de Infra-estruturas da Força Aérea (nomeadamente para as Bases de Montijo e Espinho - OTAN) e em 1963, na Direcção de Obras da Base Aérea de Beja (responsável pela concepção de todas as instalações).

Em 1970 foi convidado para director do Serviço de Arquitectura do GNAL - Gabinete do Novo Aeroporto de Lisboa, e entre 1978 e 1997 desenvolveu actividades na ANA- Aeroportos e Navegação Aérea, prestando assessoria em estudos para aeroportos e aeródromos em território nacional (nomeadamente ampliação dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal, Ponta Delgada, Porto Santo e Flores) e em países africanos de língua oficial portuguesa (Maputo, Sal e Praia em Cabo Verde).

Como liberal, estagiou no ateliê de Ruy Athouguia e de Sebastião Formozinho Sanches. Elaborou projectos de edifícios para os Olivais Sul com C. Palma de Melo, A. Pires Martins e Fernando Torres, e em 1955 formou um ateliê com Jorge Teixeira Viana e Francis Léon.

Foi consultor na área da aeronáutica. Dos projectos e das obras em que colaborou enumeram-se o Bloco de Habitação em Cascais (50 fogos), conhecido por Torre verde; Agências para a Caixa Geral de Depósitos (em Tomar, Vila Nova de Poiares e Condeixa a Nova); e o Centro Cultural Roque Gameiro, na Amadora.

Era pai da Arquitecta Leonor Cintra Gomes, que exerceu igualmente o cargo de presidente da Secção Regional do Sul da Ordem dos Arquitectos (2005-2010).


A cerimónia fúnebre será privada.


(Fonte: Sofia Aleixo, UE)


Foto: Paulo Cintra