Arquitectos portugueses vencem concurso para SPA na Letónia

— 14.03.2017



Os arquitectos Ana Isabel Santos, João Tavares, João Varela e Paulo Dias receberam o 1º prémio no Concurso Internacional de Arquitectura Blue Clay Country SPA organizado pela plataforma Bee Breeders para a construção de um SPA na Letónia. Os vencedores do concurso recebem um prémio de 11 mil euros e a possibilidade de contribuir para a edificação do edifício.

Segundo a memória descritiva do projecto, "o Spa é composto por três edifícios com programas, espacialidades, formas e dinâmicas distintas. A sauna, de planta quadrangular, encerra em si um espaço recatado, com uma bancada em madeira de dois níveis a toda à volta. O espaço é sobreaquecido através das pedras ao centro do pavimento. Alinhado verticalmente com estas pedras está um lanternim também quadrangular necessário apenas para iluminar naturalmente o espaço.

A zona de relaxamento apresenta uma sucessão de espaços. Destacam-se as salas de massagem e de tratamento com argilas naturais onde se privilegia o contato visual direcionado para a àgua do lago existente através de um vão junto ao pavimento por onde olham as pessoas enquanto estão deitadas. No topo do volume situam-se duas confortáveis salas de relaxamento, onde as pessoas podem desfrutar da vista entre o lago e a floresta ou dormitar depois dos tratamentos ou das massagens.

Por último, no espaço circular desenha-se a zona de banhos quentes. Este tem uma banheira redonda “escavada” no centro do espaço, coroada com dois vãos que alteram continuamente a percepção do espaço ao longo do dia e das estações; um dos vãos é horizontal para se olhar a natureza; o outro vão é circular e está centrado no tecto que fornece uma ambiência diferente dos espaços restantes".

Os segundo e terceiro lugares do concurso foram atribuídos, respectivamente, ao atelier PUG (Inglaterra) e ao atelier AMOA-Studio (USA).

Mais aqui