Projectar#51 em Ansião no dia 9 de Março

— 01.03.2017


A quinquagésima primeira sessão da actividade PROJECTAR propõe mais uma sessão dupla, com o tema da habitação unifamiliar económica e autoconstruída, através das obras de Jean Prouvé, e a casa que projectou para si, e da casa que Claude Häusermann-Costy projectou para Joël Unal construir para si.
Terá lugar no auditório do Centro de Negócios de Ansião no próximo dia 9 de Março, pelas 19h00.

Ambos da série Architectures, o primeiro documentário foi realizado por Stan Neumann em 2004: Alojar a sua família, abrigá-la numa moradia individual. É este velho sonho de todos os franceses que Jean Prouvé realiza em 1954, para a sua mulher e seus filhos.
Construída com elementos pré-fabricados, a casa de Jean Prouvé em Nancy abre a era das moradias individuais a baixo custo. Engenheiro autodidacta, arquitecto sem diploma, Jean Prouvé nasceu em 1901. Numa França onde o betão é rei, Prouvé é o homem do metal, da chapa quinada e do alumínio. desde os anos 30, ele concebeu vários modelos de casas individuais a baixo custo, em kit de faça você mesmo, prontos para o fabrico em série. Mas nenhum destes protótipos leva a encomendas reais. A França da pedra e do betão acha demasiado modernas, demasiado simples estas máquinas de habitar, como são logo depreciativamente denominadas. Em 1953, Prouvé perde o controlo da sua fábrica, a obra da sua vida. Lança-se então na construção da sua própria casa, num terreno no alto de uma encosta de Nancy, considerado como impossível de edificar em virtude da sua forte inclinação.

O segundo documentário foi realizado por Julien Donada em 2014: A casa Unal, concebida por Claude Häusermann-Costy, foi construída em Ardèche por Joël Unal entre 1972 e 2008. O resultado é singular: uma casa bolha realizada sem qualquer ângulo recto, que se inscreve na corrente chamada da "arquitectura-escultura". Para todos os volumes desta notável habitação individual, uma única técnica de construção: uma cortina de betão sem cofragem, aplicado à mão sobre a armadura metálica.

Com estas sessões propõe-se esta Delegação da Ordem dos Arquitectos exibir documentários de Arquitectura, como forma de divulgar a vida e obra de arquitectos com importância na história e teoria da arquitectura, nacional e internacional, de várias épocas e movimentos, e assim contribuir para o enriquecimento da cultura arquitectónica na nossa região.

Estas sessões destinam-se, para além dos arquitectos da região, a outros técnicos e a todas as pessoas com curiosidade e interesse nestes temas, sendo de acesso livre mas limitadas à lotação do auditório do Centro de Negócios de Ansião, que está disponível para o efeito.


Apoio:
Município de Ansião


PROGRAMA:

9 de Março, 19h00

Auditório do Centro de Negócios de Ansião

A Casa JEAN PROUVÉ (2004, Stan Neumann, 24')
A Casa Unal

CLAUDE HÄUSERMANN-COSTY
(2014, Julien Donada, 27')

Mais aqui

Teaser aqui