Conheça aqui todo o programa da formação, e sessões de esclarecimento, para os meses de Setembro a Dezembro de 2014.

_______________________________________________________________________________________

Em virtude da determinação do Conselho Directivo Nacional do passado dia 17 de Dezembro 2013, os estagiários passam a estar dispensados da apresentação dos oito créditos em temáticas opcionais para a conclusão do processo de estágio.

Mais info aqui (http://oasrs.org/web/oasrs/-/estagiarios-dispensados-de-cumprir-oito-creditos)

SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM EDIFÍCIOS DA 1ª E 2ª CATEGORIA DE RISCO

A DECORRER
21/10/2013 - 27/11/2013 | 15:00 - 19:00

Objetivos

O presente curso pretende transmitir aos futuros formandos as competências técnicas para elaborar projetos da 1.ª e 2.ª categoria de risco.

Para que se torne possível alcançar as referidas competências será feita uma aplicação da actual legislação (Decreto-Lei n.º 220/2008, Portaria n.º 1532/2008 e Despacho da Autoridade Nacional de Proteção Civil n.º 2074/2009, relativo aos Critérios técnicos para determinação da densidade de carga de incêndio modificada) para que os formandos possam concretizar projetos nesta área e elaborar medidas de autoproteção.

Os objetivos específicos estão traduzidos na capacidade de aplicação dos conhecimentos a qualquer situação de projecto de utilizações-tipo da 1.º e 2.º categoria de risco.

Destinatários

Arquitetos, estudantes de arquitetura e a generalidade dos técnicos ligados à área da construção.

Programa

21/10/2013 | 27/11/2013, DE 15:00 ATÉ 19:00

Calendário

- 21 e 23 de Out.;

- 4, 6, 11, 13, 25 e 27 de Nov.

Dia #1 - 21/10/2013 - 15h-19h

Sessão 1 – Decreto-Lei n.º 220/2008 e Despacho n.º 2074/2009

Nesta primeira sessão, feita uma apresentação geral do Regime Jurídico de SCIE, seguindo-se uma análise das disposições gerais, das quais se destacam as seguintes:

- Objecto e definições 

   - Objecto

   - Definições.

   - Utilizações-tipo de edifícios e recintos

   - Produtos da construção

   - Classificações dos locais do risco

   - Restrição do uso em locais de risco

De seguida serão apresentados os fatores que intervêm na definição das categorias de risco e os critérios para definição das categorias de risco de cada uma das utilizações-tipo (UT), incluindo a UT XI e a UT XII.

   - Aplicação ao projecto

 

Dia #2 - 23/10/2013 - 10h-14h (horário da manhã, apenas no dia 23/10)

Sessão 2 – Portaria n.º 1532/2008 - Condições exteriores comuns  e  Condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e protecção

A primeira parte desta sessão é dedicada à apresentação das medidas relacionadas com as condições exteriores comuns, destacando-se as seguintes:

   - Condições gerais de acessibilidade.

   - Vias de acesso aos edifícios.

   - Acessibilidade às fachadas.

   - Limitações à propagação do incêndio pelo exterior.

   - Abastecimento e prontidão dos meios de socorro.

   - Aplicação ao projeto

A segunda parte da sessão estará centrada nas condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e proteção. Será feita uma introdução ao conceito de resistência e da reação ao fogo e, ainda, da normalização europeia sobre esta matéria e apresentadas algumas tabelas relativas à qualificação de resistência ao fogo de paredes mais comuns e de materiais de construção para os quais não se torna necessário ensaios complementares.

De seguida serão apresentadas as diversas exigências sobre as condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e proteção, destacando-se as seguintes:

   - Resistência ao fogo dos elementos estruturais;

   - Compartimentação geral de fogo;

   - Isolamento e protecção de locais de risco;

   - Aplicação ao projeto.

 

Dia #3 - 04/11/2013 - 15h-19h

Sessão 3 – Portaria n.º 1532/2008 - Condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e protecção: conclusão

Nesta sessão será dada continuidade às condições gerais de comportamento ao fogo, isolamento e proteção, apresentando-se as exigências relativas às seguintes matérias:

   - Isolamento e protecção de meios de circulação;

   - Isolamento e protecção de canalizações e condutas;

   - Protecção de vãos interiores;

   - Reacção ao fogo;

   - Condições específicas relativas às diferentes utilizações-tipo;

   - Aplicação ao projeto.

 

Dia #4 - 06/11/2013 - 15h-19h

Sessão 4 – Portaria n.º 1532/2008 - Evacuação

Nesta sessão será feita uma descrição das condições gerais de evacuação, sendo analisadas as exigências regulamentares relativas às seguintes matérias:

   - Cálculo de efectivo;

   - Critérios de dimensionamento;

   - Evacuação dos locais;

   - Aplicação ao projecto .

 

Dia #5 - 11/11/2013 - 15h-19h

Sessão 5 - Portaria n.º 1532/2008 – Evacuação: conclusão

Nesta sessão será dada continuidade às condições gerais de evacuação, sendo analisadas as exigências regulamentares relativas às seguintes matérias:

   - Vias horizontais de evacuação;

   - Vias verticais de evacuação;

   - Condições específicas relativas às diferentes utilizações-tipo;

   - Aplicação ao projecto.

– Portaria n.º 1532/2008 - Instalações técnicas e de segurança

Serão apresentadas as exigências regulamentares em matéria de instalações técnicas, destacando-se as seguintes:

   - Instalações de energia eléctrica;

   - Instalações de energia de emergência;

   - Instalações de aquecimento;

   - Instalações de confecção e de conservação de alimentos;

   - Evacuação de efluentes de combustão;

   - Ascensores;

   - Líquidos e gases combustíveis;

   - Sinalização de segurança;

   - Iluminação de segurança.

Na parte restante da sessão serão ainda apresentadas as exigências regulamentares relativamente às seguintes instalações de segurança:

   - Sinalização de segurança;

   - Iluminação de segurança;

   - Detecção alarme e alerta;

   - Detecção automática gás;

   - Aplicação ao projeto.

 

Dia #6 - 13/11/2013 - 15h-19h

Sessão 6 – Portaria n.º 1532/2008 - Controlo de fumo e Meios de intervenção

Nesta sessão será feita uma breve apresentação dos principais mecanismos de movimento do fumo (convecção natural, vento, ventilação natural) e do seu controlo em caso de incêndio, bem como das exigências regulamentares:

- Controlo de fumo

   - Exigências de estabelecimento de instalações de controlo de fumo.

   - Controlo de fumo nos locais sinistrados;

   - Controlo de fumo nas vias horizontais de evacuação;

   - Controlo de fumo nas vias verticais de evacuação;

   - Controlo de fumo nos pátios interiores;

   - Condições específicas relativas às diferentes utilizações-tipo.

Nesta sessão será feita ainda feita uma apresentação sobre a fenomenologia da extinção de incêndio e exigências regulamentares relativamente aos seguintes meios de extinção:

- Meios de intervenção

   - Meios de primeira intervenção;

   - Meios de segunda intervenção;

   - Sistemas fixos de extinção automática de incêndios por água;

   - Condições específicas relativas às diferentes utilizações-tipo;

   - Central de Bombagem;

   - Aplicação ao projecto

 

Dia #7 - 25/11/2013 - 15h-19h

Sessão 7  – Condições gerais de autoprotecção

Nesta serão apresentados alguns aspectos teóricos relativos à organização e gestão da segurança ao incêndio destacando-se aspectos relacionados com o dimensionamento das equipas de segurança e suas funções e os planos de manutenção e auditorias e, ainda, a apresentação das exigências regulamentares sobre estas matérias, destacando-se aspectos como:

   - Instruções de segurança;

   - Organização de segurança;

   - Registos de segurança;

   - Procedimentos de prevenção;

   - Plano de emergência;

   - Formação em segurança contra incêndio.

 

Dia #8 - 27/11/2013 - 15h-19h

Sessão 8 – Condições gerais de autoprotecção (conclusão), ficha de segurança para a 1.ª categoria de risco e outras matérias

Será concluída a matéria relativa às medidas de autoproteção abordando os seguintes temas:

   - Condições específicas relativas às diferentes utilizações-tipo;

   - Programas de manutenção;

   - Aplicação ao projeto;

   - Preenchimento de uma ficha de segurança;

   - Outras matérias;

   - Avaliação;

   - Avaliação dos formandos e da formação.

Requisitos da formação

n.a.

Formadores


António Leça Coelho
Licenciatura em Engenharia Electrotecnica, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Licenciatura em Engenharia Civil, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Mestrado em Construção de Edifícios, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Doutoramento em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia Civil da Universidade do Porto.
Investigador Principal do LNEC com Habilitação para coordenação de funções científicas.
Especialista em Engenharia de Segurança pela Ordem dos Engenheiros.
Representante do LNEC em várias comissões ligadas à regulamentação de segurança ao incêndio.
Investigador na área da segurança ao incêndio sendo autor de cerca de 300 documentos, incluindo artigos em revistas internacionais e dois livros.
Coordenador e principal monitor de mais de duas dezenas de cursos de Segurança Contra Incêndio no LNEC.
Co-cordenador de programas de mestrado e doutoramento em segurança ao incêndio em edifícios.

Créditos

8

Mais informação

EDIÇÃO Nº01/ 2013 - INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 17  DE OUTUBRO

**Os membros da OA que não tenham as quotas em dia no momento da inscrição na respectiva acção de formação, deverão pagar o valor da formação indicado para não membros ou ‘outros’.

Desconto de 10% nas inscrições de membros efectivos ou não membros, quando efectuadas até 7 de Outubro (não acumulável com outros descontos)

Desconto de 15% para membros estagiários, membros efectivos e não membros na inscrição em 3 acções de formação, ou mais, no mesmo ano civil.
O desconto será aplicado na 3ª acção de formação em que se inscreva, e nas seguintes, desde que ocorram no mesmo ano civil.

HORÁRIO
O horário da formação inclui pausa para café.

AVALIAÇÃO
De acordo com o definido no ponto 16 do Manual de Funcionamento da Formação da Ordem dos Arquitectos.

CERTIFICADOS

De acordo com os critérios de avaliação definidos pelos formadores, serão emitidos os seguintes certificados:
- um certificado comprovativo da frequência do curso aos formandos que não tenham cumprido os critérios de avaliação estabelecidos;
- um certificado comprovativo de aprovação no curso aos formandos que tenham cumprido os critérios de avaliação estabelecidos.

(os certificados são emitidos no prazo de 10 dias úteis a contar do último dia da acção de formação)

Nos pedidos de segunda via de certificados será cobrada uma taxa no valor de 10,00 € (dez euros), conforme o disposto no ponto 17. do Manual de Funcionamento da Ordem dos Arquitectos.

Anexos

Manual de Funcionamento da Formação da Ordem dos Arquitectos

Ficha de inscrição - SCIE - 1ª e 2ª categoria de risco

Organização


Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos
Mais informações e inscrições: formacao@oasrs.org - tel. 213241175 | fax. 213241169
Local da formação: Travessa do Carvalho nº 23 - 1249-003 Lisboa

Localização

A DECORRER

Preços

260€
234€
300€

Limite de participantes

Máximo:12
Mínimo:20

Notas

A Ordem dos Arquitectos (OA) é reconhecida pela Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) como Entidade Formadora Certificada. [ler mais]


Próximos Eventos